Contato
;
O Sindicato
Diretoria
Estatuto
Departamento Jurídico
Benefícios
Associados
Colaboradores
Cursos
Eventos
Notícias
Legislação
Links
Legislação

LEI Nº 3429 DE 27 DE Agosto DE 2002

ALTERA A LEI Nº 2.743, DE 7 DE JANEIRO DE 1999, QUE DISPÕE SOBRE A INSTALAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE APARELHOS DE TRANSPORTES, ACRESCENDO E SUPRIMINDO DISPOSITIVOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Autor: Vereador Alexandre Cerruti

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º A Lei nº 2.743, de 7 de janeiro de 1999, passará a vigorar acrescida dos seguintes dispositivos:

"Art. 14-A. A homologação dos componentes no órgão municipal competente basear-se-á:

I - no exame dos projetos dos aparelhos de transportes incluindo desenhos detalhados e memórias descritivas;

II - nos esclarecimentos e demonstrações sobre as condições de fabricação e sobre o funcionamento de qualquer componente; e

III - no fato de terem os componentes recebido marca de conformidade pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Parágrafo único. O órgão municipal competente poderá cancelar a aceitação de peças já concedidas, quando as suas condições de fabricação e de funcionamento deixarem de atender aos requisitos necessários que justificaram a sua aceitação. (NR)"

"Art. 79-A. As equipes de atendimento a chamados deverão funcionar na própria sede ou em postos da conservadora.

Parágrafo único. Deverão ficar à disposição das equipes, na sede, pelo menos duas linhas telefônicas, sendo recomendável ainda a adoção de comunicação por transmissores portáteis. (NR)"

"Art. 80. (...)
..............

§ 6º Em qualquer contrato de conservação ou manutenção deverá também ficar claro o escopo dos serviços abrangidos pelo mesmo: (NR)"

"Art. 101-A. A fabricante se obriga a fornecer ao órgão municipal competente os projetos dos aparelhos de transporte e memórias descritivas em duas vias devendo ser igualmente fornecidos exemplares de determinados componentes a critério do órgão municipal competente que se destinará à formação de um mostruário que ficará pertencendo ao Município.

Parágrafo único. As primeiras vias dos projetos serão arquivadas no Município, as segundas vias serão restituídas à parte interessada. (NR)"

"Art. 106. (...)

§ 1º (...)

I - (...)

II - (...)
...............

c) listagem de ferramenta de trabalho existente na empresa destinado à execução dos serviços de instalação acima indicados, renovada anualmente comprovando possuir condições de obedecer as normas da ABNT e desta Lei e em garantir um padrão de instalação que permita um adequado funcionamento de aparelhos de transportes em absolutas condições de segurança, devendo a área da oficina ser de, no mínimo, duzentos metros quadrados;
...............
g) listagem do corpo técnico responsável pela execução dos serviços de instalação, renovada anualmente, informando a carga horária dispensada e demonstrando possuir pessoal experimentado e capacitado para instalação de aparelho de transporte. A instaladora deverá manter um quadro de engenheiros mecânicos e elétricos compatível com a quantidade de aparelhos de transportes em carteira;
h) listagem das máquinas instaladas na oficina mecânica, de área não inferior a duzentos metros quadrados possuindo, no máximo, os seguintes equipamentos:

1. torno mecânico, com capacidade de tornear sobre o barramento até o diâmetro de quatrocentos milímetros e na cava até seiscentos milímetros; distância entre pontas de mil milímetros e potência de motor de dois HP;

2. plaina limadora, com curso de trezentos e cinqüenta milímetros e potência de motor de dois HP;

3. furadeira de coluna, com capacidade de furar aço de vinte e cinco milímetros e potência de motor zero vírgula setenta e cinco HP;

4. esmeril de bancada, com rebolo de diâmetro mínimo de duzentos milímetros;

5. esmeril de chicote, com rebolo de diâmetro de cento e cinqüenta milímetros;

6. aparelho de solda elétrica, com capacidade de duzentos e cinqüenta Amperes; e

7. conjunto de solda oxi-acetilênica.

III - VETADO."

"Art. 113. (...)

§ 1º (...)

................

e) listagem das máquinas instaladas na oficina mecânica, de área não inferior a duzentos metros quadrados possuindo, no máximo, os seguintes equipamentos:

1. torno mecânico, com capacidade de tornear sobre o barramento até o diâmetro de quatrocentos milímetros e na cava até seiscentos milímetros; distância entre pontas de mil milímetros e potência de motor de dois HP;

2. plaina limadora, com curso de trezentos e cinqüenta milímetros e potência de motor de dois HP;

3. furadeira de coluna, com capacidade de furar aço de vinte e cinco milímetros e potência de motor zero vírgula setenta e cinco HP;

4. esmeril de bancada, com rebolo de diâmetro mínimo de duzentos milímetros;

5. esmeril de chicote, com rebolo de diâmetro de cento e cinqüenta milímetros;

6. aparelho de solda elétrica, com capacidade de duzentos e cinqüenta Amperes; e

7. conjunto de solda oxi-acetilênica.

§ 2º (...)

1. (...)

2. o capital social de uma conservadora não poderá ser inferior a duzentas vezes o salário mínimo vigente.

§ 3º (...) (NR)"

"Art. 114-A. Para que possa ser registrada e exercer as funções que lhes são atribuídas por esta Lei, a conservadora deverá provar ter feito, nos cofres municipais, depósito da importância de R$10.000,00 (dez mil reais) a título de caução. (NR)"

"Art. 121. (...)

................
g) quando o nível de conhecimentos e de experiência profissional do seu pessoal, engenheiros, supervisores, inspetores, chefes técnicos e operários não atenderem às condições exigidas pelos artigos desta Lei;
h) quando o fabricante oferecer instaladora de aparelho de transporte não aceita por órgão municipal competente ou cuja aceitação tenha sido especificamente negada ou cancelada;
i) quando assumir a responsabilidade pela conservação de um aparelho de transporte e permitir que o mesmo seja utilizado sem condições satisfatória de funcionamento; e
j) por irresponsabilidade no trato do aparelho de transporte sob conservação, de modo a originar situações de perigo aos usuários, e que revelem condições de habitualidade e consentimento da direção superior da conservadora. (NR)"

"Art. 177. (...)
.................

§ 29. Por fazer declarações inexatas em requerimentos, documentos, plantas, memórias, resultados de inspeção, comunicações propostas, orçamentos e contratos ao proprietário ou profissional responsável.

§ 30. Por deixar de apresentar os documentos citados no Título V desta Lei: a fabricantes, instaladoras e conservadoras - R$800,00 (oitocentos reais). (NR)"

"Art. 178. (...)
.................

§ 7º Por não autorizar a conservadora a executar os serviços necessários ao perfeito e seguro funcionamento dos aparelhos de transporte: R$800,00 (oitocentos reais). (NR)"

"Art. 179-A. Por infração a qualquer dispositivo desta Lei omitida nas discriminações contidas nos parágrafos do art. 177, serão aplicadas multas que, de acordo com a gravidade da falta, variarão de R$90,00 (noventa reais) a R$990,00 (novecentos e noventa reais). (NR)"

Art. 2º Acrescente-se ao presente texto legal o art. 177-A, que terá a seguinte redação:

"Art. 177-A. Os valores estipulados em Reais nesta Lei serão reajustados de acordo com o índice e o período aplicáveis aos reajustes dos créditos tributários municipais. (NR)"

Art. 3º Ficam revogados os itens 6, 8, 9, 10 e 15 do art. 96 da Lei nº 2.743, de 1999.

Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

CESAR MAIA

Fonte: www.leismunicipais.com.br